Raphael Rabello: Vida e violão


Um jovem meteórico que revolucionou o violão. Em sua jornada, curta porém marcante, o violonista Raphael Rabello foi solista de mão cheia, mas também acompanhou gigantes do quilate de Elizeth Cardoso – que ilustra nosso post de hoje com Raphael ao fundo-, Radamés Gnattali, Paulo César Pinheiro e Nelson Gonçalves.

Raphael se aventurou como poucos nos timbres e nos acordes do violão, sendo responsável por gerar uma nova escola de violonista e admiradores, tal qual Yamandu Costa. Para falar da curta trajetória do jovem que nos deixou há 25 anos, o Museu da Imagem e do Som reuniu um grupo de amigos e especialistas para a live da próxima quarta, dia 04 de novembro📆. A partir das 18h⏰, no Facebook e no YouTube da instituição, estarão presentes Afonso Machado (músico e arranjador), Cristóvão Bastos (compositor, músico e arranjador), Dininho Silva (músico), Francis Hime (músico, arranjador, maestro e compositor) e Lucas Nobile (biógrafo de Raphael Rabello).

📍Não perca, é na próxima quarta!📍