Abel Ferreira


Abel Ferreira é compositor e instrumentista de sax e clarineta. Ele começou a tocar clarineta
por volta dos doze anos. Algumas de suas obras se tornaram clássicos do repertório popular
brasileiro, como “Acariciando” e “Doce melodia”. Abel Ferreira, mineiro de Coromandel,
Minas Gerais, desenvolveu sua carreira entre Minas e São Paulo, onde estreou seu primeiro
disco, em 1942, interpretando no clarinete o choro “Chorando baixinho”, que se tornou seu
grande sucesso.
Abel Ferreira veio para o Rio de Janeiro, em 1943, passou a atuar em conjuntos musicais
famosos de seu tempo, como o de Valdir Azevedo e o do pianista Bené Nunes, tendo também
participado de grandes orquestras, como a de Rui Rei e a de Ferreira Filho, no Cassino da Urca.
Mais tarde, constituiu seu próprio grupo, divulgando a música brasileira pelo Brasil e pelo
mundo. Foi também responsável pelo acompanhamento musical de intérpretes nacionais
famosos, como Sílvio Caldas, Francisco Alves, Orlando Silva, Marlene, Emilinha e Beth
Carvalho.
A coleção Abel Ferreira foi doada ao MIS pelos filhos do compositor em 1995 e inclui, além de
outras peças, dois dos seus instrumentos, o saxofone e a clarinete.