MIS Blog/ Discoteca Básica

ZÉ MANOEL – CANÇÃO E SILÊNCIO (2015)

05 de agosto de 2016


 

O mar das tempestades, o sereno mar, o doce rio, uma ode ao poder das águas, calmaria, vazio, assim é “Canção e silêncio”, 2º disco lançado pelo pernambucano Zé Manoel, nascido em Petrolina, à margem do Rio São Francisco.

Nossa 8ª Discoteca Básica Brasileira do Século XXI MIS chega com a ambição de ser silêncio, com a riqueza harmônica perdida, muitas vezes, na canção brasileira.

Zé Manoel representa o novo, mas também nos leva ao universo complexo de Edu Lobo, Chico Buarque. Navega na nossa mais tradicional e bela música popular.

“Mas eu também não sou esse bom rapaz, com a cabeça em paz”, já diz na belíssima “Cheio de vazio”. E também temos “Canção e silêncio”, gravada rencentemente por Fafá de Belém, Ana Carolina e Filipe Catto, três universos totalmente diferentes na nossa música popular.

Essa busca pelo compositor Zé Manoel também nos remete ao “aparecimento” dos gigantes de nossa música, disputado e regravado.

O disco contempla a sutileza e esbarra em visões caymmianas, como em “Sereno mar”, com arranjos de sopro do maestro baiano Letieres Leites.  “Há uma história central que serve de roteiro para toda a escuta do disco. É uma história real de um pescador da cidade de Olinda, que ao se deparar com a morte e desaparecimento no mar, do seu filho, também pescador, depois de tentativas frustradas de resgate pelos bombeiros, resolve armar a sua rede e com toda sua experiência e sabedoria de homem do mar, consegue pesca-lo”, comenta Zé Manoel.

Zé Manoel é um grande criador de canções. Essa é a marca clara desde trabalho. Você se sente à beira do rio Capibaribe, Recife, cidade que atualmente reside, no sertão pernambucano, Petrolina, ao lado do Velho Chico. Uma imensidão de universos e verdades.

O disco “Canção e silêncio” teve a produção de Carlos Eduardo Miranda e apoio de Kassin, dois dos mais ativos produtores atuais.  Tutty Moreno toca bateria no disco, ao lado de Kassin, no baixo e, claro, Zé Manoel no piano, com participações de Letieres Leite, Dona Amélia, da Ilha do Massangano, no rio São Francisco, em “Mãe d´agua” e Isadora Melo, cantora pernambucana da geração de Zé Manoel.

Um disco com beleza harmonicamente, popular, melancólico, mas atual, esse é “Canção e silêncio”. Ouça:

 

Ficha técnica:

Produzido por Carlos Eduardo Miranda. Produção adicional de bases por Kassin. Gravado e mixado por Rodrigo Sanches no Rootsans Studio – São Paulo/SP. Masterizado por Carlos Freitas no Classic Master – São Paulo/SP. Direção de voz por Wagner Barbosa. Arranjos gravados por Alex Reis, com assistência de Daniel Suíno Santos no Estudio Base – Salvador/BA. Voz de Isadora Melo gravada por Marcos no Estudio Carranca – Recife/PE. Voz de Dona Amélia e Tamboretes gravados no Studio Porto do Som – Juazeiro- BA (Direção Musical Wagner Miranda). Produção Agira Filmes Produções Ltda.
Produção Executiva por Stella Zimmerman e Marcia Vanderlei. Controller Luiza Tenório. Coordenação de gravação de arranjos Fabiana Marques (Salvador). Portrait Geraldo Prado. Imagem Galáxia spacetelescop.org. Design Gráfico & Direção de Arte Alexandre Suannes.

PARCEIROS


 

Sede Administrativa
Rua Visconde de Maranguape, 15
Largo da Lapa, CEP 20021-390
Rio de Janeiro/ RJ

Sede Praça XV
Praça Luiz Souza Dantas, 01
Praça XV, Rio de Janeiro/ RJ
Rio de Janeiro/ RJ, Brasil

Tel +55 21 2332-9509/ 2332-9507 (Lapa)
Tel +55 21 2332-9068 (Praça XV)
Email: olamisrj@gmail.com

©

2018 MIS–RJ
Termos de uso/ FAQ
design ps.2