MIS Blog/ Curiosidades Musicais, Notícias

São Pixinguinha e o choro

24 de abril de 2015


 

* Por Pedro Paulo Junior

Foram muitos os motivos para comemorar no dia 23 de abril: aniversário de Pixinguinha, o Dia do Choro e dia de São Jorge. E este ano é ainda mais especial, porque, dentro do VI Festival Nacional do Choro, será inaugurada a Casa do Choro, o primeiro centro de referência do gênero. E também não podemos esquecer que a Escola Portátil de Música, forte instituição de ensino de música brasileira, completa 15 anos neste 2015.

Situada na Rua da Carioca, a Casa do Choro é um grande presente para a cidade. Interessante que nessa mesma rua, na Rua da Assembleia e na Lapa existiram as casas de chope (tipo de bar muito popular do final do século XIX e início do século XX, onde cantores de modinhas e músicos populares já tocavam sem muita influência europeia). E foi numa casa dessas que Pixinguinha obteve o seu primeiro emprego regular.

Já o VI Festival Nacional de Choro será realizado nos dias 25 e 26 de abril, na Praça Tiradentes, Centro do Rio, lugar onde houve muito trabalho para artistas do início do século passado, com o teatro de revista. Serão vinte apresentações imperdíveis, de grupos como Choro na Feira, Época de Ouro, Trio Madeira Brasil, Zé da Velha e Silvério Pontes, Yamandu Costa e Furiosa Portátil. Este ano o festival homenageia o centenário do violonista e compositor visionário Augusto Aníbal Sardinha, o Garoto.

Pixinguinha e o choro são temas em que o acervo do MIS é muito rico. São inúmeras as gravações em áudio do principal instrumentista, compositor e arranjador do gênero em todos os tempos. Além disso, há os Depoimentos para a Posteridade e gravações em disco na Coleção MIS e nas coleções de Hermínio Belo de Carvalho, Sérgio Cabral e Braguinha. Há também acetatos já digitalizados da Coleção Rádio Nacional, com registro de programas como “Um compositor por semana”. No acervo iconográfico existem mais de duzentas fotos de Pixinguinha com outras personalidades do choro. A Coleção Rádio Nacional possui ainda partituras de cem arranjos do imortal “Pizindim”, a grande maioria executada apenas uma vez na emissora.

Bom divertimento para todos e até a próxima. Viva São Pixinguinha! Viva o choro!

* Pedro Paulo Júnior é pesquisador e músico

 

PARCEIROS


 

Sede Administrativa
Rua Visconde de Maranguape, 15
Largo da Lapa, CEP 20021-390
Rio de Janeiro/ RJ

Sede Praça XV
Praça Luiz Souza Dantas, 01
Praça XV, Rio de Janeiro/ RJ
Rio de Janeiro/ RJ, Brasil

Tel +55 21 2332-9509/ 2332-9507 (Lapa)
Tel +55 21 2332-9068 (Praça XV)
Email: olamisrj@gmail.com

©

2018 MIS–RJ
Termos de uso/ FAQ
design ps.2