MIS Blog/ Futebol é Arte

O maior artilheiro da história do Vasco, Roberto Dinamite

22 de maio de 2014


 

Carlos Roberto de Oliveira, o Roberto Dinamite, integrou, ao lado de craques como Zico, no Flamengo; Sócrates, no Corinthians; Reinaldo, no Atlético-MG; Falcão, no Inter-RS, e outros, a última geração romântica do futebol brasileiro. Uma geração de atletas que dedicaram suas vidas aos clubes, que realmente podiam beijar o escudo do clube de coração e formação sem qualquer constrangimento.

Nascido em 13 de abril de 1954, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, aos 12 anos já era artilheiro do time de seu bairro, o Esporte Clube São Bento. Fominha, fã de Jairzinho, já se destacava pelo chute forte, preciso, mortal.

Seu faro de gol chamou atenção do Vasco da Gama, para onde foi, em 1969, integrar as categorias de base. Em pouco mais de um ano no clube, ganhou massa muscular, engordou 15 quilos e anotou incríveis 46 gols. Em 1971, nos juvenis, foi o goleador do Campeonato Carioca, com 13 gols. No mesmo ano, o treinador Mario Travaligni o levou para o time principal, para a disputa do Campeonato Brasileiro.

Surgia assim o grande ídolo da torcida vascaína. O centroavante atuou pelo time profissional do Vasco de 1971 a 1980, quando se transferiu para o Barcelona Voltou ao clube três meses depois, onde ficou até 1989, antes de ser negociado com a Portuguesa. Seis meses depois, Dinamite estava novamente no Vasco, para encerrar sua brilhante carreira, em 1993, aos 39 anos de idade.

Alto, forte, exímio cobrador de faltas e jogador de muita visão de jogo, ele teve a excelente média de 36 gols por temporada nos 22 anos de carreira, em que disputou 1.108 partidas. Seu melhor ano foi em 1981, quando deixou por 62 vezes a sua marca, superando o recorde de Zico, o maior ídolo da torcida do rival, o Flamengo, que havia feito 60.

Pelo Vasco, venceu cinco estaduais, em 1977, 1982, 1987, 1988 e 1992. Em 1974, conquistou o título de campeão brasileiro. Dinamite foi o artilheiro da competição com 16 gols e maior responsável pelo inédito título. Pela Seleção Brasileira, Roberto Dinamite disputou as Copas de 1978 e 1982 tendo marcado 26 gols em 47 jogos.

Em seu depoimento para o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, o atual presidente do Vasco da Gama – que no final de carreira defendeu ainda a Portuguesa de Desportos, de São Paulo, e o Campo Grande carioca – lembrou o gol antológico contra o Botafogo, em 1976; de uma quase ida para o rival Flamengo; e de sua trajetória na Seleção Brasileira.

PARCEIROS


 

Sede Administrativa
Rua Visconde de Maranguape, 15
Largo da Lapa, CEP 20021-390
Rio de Janeiro/ RJ

Sede Praça XV
Praça Luiz Souza Dantas, 01
Praça XV, Rio de Janeiro/ RJ
Rio de Janeiro/ RJ, Brasil

Tel +55 21 2332-9509/ 2332-9507 (Lapa)
Tel +55 21 2332-9068 (Praça XV)
Email: olamisrj@gmail.com

©

2018 MIS–RJ
Termos de uso/ FAQ
design ps.2