MIS Blog/

O GRANDE DEBATE DE TERRA EM TRANSE NO MIS

16 de maio de 2017


 

Após ser exibido no Festival de Cannes, quinze dias antes, o MIS/ Museu da Imagem e do Som no dia 16 de maio de 1967 recebia o pioneiro debate sobre o filme “Terra em Transe” de Glauber Rocha.

Em uma mesa dirigida e organizada pelo jornalista Sérgio Augusto, na época secretário-geral do Conselho Superior de Cultura Cinematográfica do MIS, foram convidados Luiz Carlos Barreto, diretor de fotografia e coprodutor de “Terra em Transe”, Fernando Gabeira (que tinha posição contrária ao filme), o cineasta Alberto Salvá, e os críticos Mauricio Gomes Leite e Ronaldo Monteiro. Mas naquele dia de muita discussão, ainda participaram da mesa o historiador e pesquisador Alex Viany, o psicanalista Hélio Pellegrino, o montador do filme Eduardo Escorel, Clóvis Bornay, que participou da obra, entre outras dezenas de convidados e entusiastas ou críticos de “Terra em Transe”.

Glauber Rocha estava viajando e não participou do debate, mas coube a Luiz Carlos Barreto abrir a seção com uma fala fantástica em que compara Glauber a Carlos Drummond de Andrade e Oscar Niemeyer. Leia esse trecho do debate que estava guardado há 50 anos:

 

 

Fernando Gabeira que estava próximo de se envolver com a luta armada, tinha posição contrária ao filme, que julgava anti-revolucionária. Anos mais tarde, depois de voltar do exílio, ele mudaria sua posição na época com muita ênfase na posição política do filme. Neste trecho, ele explica sua insatisfação com a ambiguidade dos personagens:

 

No meio da confusão que foi o debate, que chegou a beliscar os primeiros minutos do dia 17 de maio, após mais de 3 horas de discussão, o carnavalesco Clóvis Bornay, presente na primeira fila do teatro do MIS, na nossa atual sede da Praça XV, fez um depoimento hilário, mas cheio de impressões reais sobre o filme em que ele foi chamado para fazer algo que nem sabia. Ouça essa maravilha:

Quem nos lembrou dessa história foi o próprio Sérgio Augusto, após dar uma entrevista sobre o assunto no dia da gravação do “Depoimentos para a Posteridade” com Daniel Filho no ano passado.

 

PARCEIROS


 

Sede Administrativa
Rua Visconde de Maranguape, 15
Largo da Lapa, CEP 20021-390
Rio de Janeiro/ RJ

Sede Praça XV
Praça Luiz Souza Dantas, 01
Praça XV, Rio de Janeiro/ RJ
Rio de Janeiro/ RJ, Brasil

Tel +55 21 2332-9509/ 2332-9507 (Lapa)
Tel +55 21 2332-9068 (Praça XV)
Email: ola@mis.rj.gov.br

©

2017 MIS–RJ
Termos de uso/ FAQ
design ps.2