MIS Blog/ Futebol é Arte

Mimi Sodré: o gentleman dos gramados

30 de maio de 2014


 

Benjamim de Almeida Sodré, o Mimi Sodré, foi um dos primeiros ídolos da história do Botafogo, do Rio de Janeiro e uma das mais interessantes figuras do futebol brasileiro. Nascido na cidade cearense de Messejana, em 10 de abril de 1892, mudou-se para o Rio de Janeiro depois de terminar os estudos secundários e  prestou concurso para admissão na Escola Naval sendo aprovado em primeiro lugar. Fez brilhante carreira na Marinha Brasileira.

No começo dividia a paixão pelo Botafogo com a Marinha. Mas a profissão não permitia atenção total ao futebol devido às viagens de navio. Mesmo assim, ele sempre procurava dar um jeito de jogar e treinar, o que não era fácil. Por isso muitas vezes perdeu jogos do Botafogo e até da Seleção Brasileira. A 31 de maio de 1908, inaugurando o seu campo na rua Voluntários da Pátria, o Botafogo derrotava o Riachuelo por 5 x 0. Na preliminar, no jogo do time reserva, Mimi Sodré, um ponta esquerda habilidoso, rápido, inteligente estreou e o Botafogo venceu por 15 x 0.

Mimi Sodré fez sua estreia no time principal do Botafogo no dia 16 de agosto de 1908, no segundo jogo da excursão que o alvinegro carioca fez a São Paulo. Naquele dia, no Velódromo, o Botafogo foi derrotado pela A. A. das Palmeiras, por 1 x 0. Mas a imprensa paulista descreveu o jogo de forma curiosa, ressaltando as qualidades do franzino Mimi.

“O Botafogo apresentou ontem, no seu “team”, um elemento de primeira ordem, que conseguiu, em poucos momentos, captar as simpatias do público. Queremos nos referir ao “forward” Mimi Sodré – um petizinho destemido a valer, que fez a defesa do Palmeiras duplicar a sua vigilância e os seus esforços. Mimi Sodré não tem por hábito jogar como de regra, na sua posição, porque ele está sempre junto da bola, quer ela esteja no centro de campo quer na extremidade. Muito veloz, esperto, possuidor de quase todos os conhecimentos do futebol, Mimi Sodré é um verdadeiro ratinho branco”.

Em 1910, já titular absoluto do time principal, tornou-se herói do primeiro título estadual do Bortafogo, mascando 11 gols nos dez jogos disputados. Em 1912, repetiu a dose, sendo campeão e artilheiro do torneio com 12 gols. Mimi Sodré foi o primeiro jogador do Botafogo a marcar um gol pela Seleção Brasileira, pela qual não jogou por muito tempo. O gol aconteceu no dia 18 de julho de 1916, na vitória de 1 x 0 sobre o Uruguai, num amistoso. Antes, no dia 12 do mesmo mês, fez sua estreia na Seleção Brasileira, também contra o Uruguai, com derrota de 2 x 1, em jogo válido pelo Campeonato Sul-Americano disputado em Buenos Aires, Argentina. Foram apenas essas duas participações na Seleção Brasileira.

No dia 20 de setembro de 1916, em General Severiano, Mimi Sodré fez seu último jogo pelo Botafogo, na derrota de 1 x 0 para o América. Foi transferido pela Marinha para servir em Belém (PA), onde passaria a defender as cores do Paysandu local, a partir de 1918. Voltaria na década de 40 como presidente do clube.

PARCEIROS


 

Sede Administrativa
Rua Visconde de Maranguape, 15
Largo da Lapa, CEP 20021-390
Rio de Janeiro/ RJ

Sede Praça XV
Praça Luiz Souza Dantas, 01
Praça XV, Rio de Janeiro/ RJ
Rio de Janeiro/ RJ, Brasil

Tel +55 21 2332-9509/ 2332-9507 (Lapa)
Tel +55 21 2332-9068 (Praça XV)
Email: olamisrj@gmail.com

©

2018 MIS–RJ
Termos de uso/ FAQ
design ps.2