MIS Blog/ Notícias

Mauro Mendonça participa do Depoimentos para a Posteridade

20 de outubro de 2014


 

Ele já atuou em teatro, TV e cinema. Tinha acabado de concluir o ensino médio no Educandário Ruy Barbosa, no Rio de Janeiro, quando, num estalo, resolveu se matricular na escola do Serviço Nacional de Teatro. Na época, foi o insight para definir sua carreira. E, por ser de tamanha importância à cultura brasileira, que o ator Mauro Mendonça participará do Depoimentos para a posteridadedo Museu da Imagem e do Som (MIS-RJ), dia 27 de outubro, a partir das 12h30, na sede da Praça XV. O evento é aberto ao público e a entrada é franca.

Trajetória

Mauro Pereira de Mendonça nasceu em 2 de abril de 1931, na cidade mineira de Ubá. Estreou profissionalmente no TBC (Teatro Brasileiro de Comédia)em 1956, na peça A Casa de Chá do Luar de Agosto, de John Patrick. O TBC o levou à televisão: seu primeiro trabalho em frente às câmeras foi um auto de Natal, ao lado de colegas de palco como Cacilda Becker, Ziembinski e Walmor Chagas, na TV Record. Durante 20 anos fez muito teleteatro nas TVs Continental, Rio, Paulista, que depois virou Globo, Difusora, Tupi, TVE, Excelsior. A primeira, das cerca de 50 telenovelas em que atuou, foi Corações em Conflito (1963), de Ivani Ribeiro, na TV Excelsior.

Em 2012, viveu um velho fazendeiro de cacau, o coronel Manoel das Onças, no remake de Gabriela, escrito por Walcyr Carrasco a partir da obra de Jorge Amado. Além do trabalho na televisão, Mauro Mendonça também possui vasta carreira no teatro. Participou de peças como Um Bonde Chamado Desejo (1962), de Tennessee Williams; Evita (1983), de Tim Rice e Andrew Lloyd Webber; Caixa 2 (2001), de Juca de Oliveira; A Ópera do Malandro (2005), de Chico Buarque; e Um Barco para o Sonho (2007), de Alexei Arbuzov.

Por sua atuação em Intensa Magia (1995), de Maria Adelaide Amaral, ganhou dois prêmios Shell de Melhor Ator, um pela montagem da peça no Rio de Janeiro e outro pela montagem em São Paulo. No cinema, atuou em filmes importantes como Rio 40 Graus (1955), de Nelson Pereira dos Santos, e deu vida a personagens de sucesso, como o Teodoro Madureira em Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976), de Bruno Barreto, papel que lhe rendeu o Prêmio Air France de Melhor Ator.

PARCEIROS


 

Sede Administrativa
Rua Visconde de Maranguape, 15
Largo da Lapa, CEP 20021-390
Rio de Janeiro/ RJ

Sede Praça XV
Praça Luiz Souza Dantas, 01
Praça XV, Rio de Janeiro/ RJ
Rio de Janeiro/ RJ, Brasil

Tel +55 21 2332-9509/ 2332-9507 (Lapa)
Tel +55 21 2332-9068 (Praça XV)
Email: ola@mis.rj.gov.br

©

2018 MIS–RJ
Termos de uso/ FAQ
design ps.2