MIS Blog/ Futebol é Arte

Da areia para os gramados: a classe e a força do maestro Junior

02 de junho de 2014


 

Não se pode falar do melhor time da história do Flamengo sem lembrar o lateral esquerdo Junior. Nascido em João Pessoa, em 29 de junho de 1954, Leovegildo Lins da Gama Junior  cresceu nas areias de Copacabana, brilhando no futebol de praia e chamando atenção do Flamengo por sua enorme qualidade tecnica, inteligência e força física.

Juntamente com Zico, Leandro, Adílio, Andrade e outros, ele formou a geração que conquistou os mais importantes títulos da equipe da Gávea. Mais que isso, foi o jogador que mais atuou pelo Flamengo, 874 vezes, e, aos 38 anos, encontrou forças para ser o principal jogador do Flamengo na campanha vitoriosa no Brasileiro de 1982. Por essas e outras foi um jogador completo e um dos melhores laterais do futebol mundial.

Junior foi levado para o Flamengo pelas mãos do treinador Modesto Bria. Estreou como profissional em 1974. No início era lateral direito, mas atuava também no meio-de-campo. Um mês depois de sua estreia já decidia a favor do time ao marcar dois gols em uma partida decisiva contra o América, que foi fundamental para a conquista do Campeonato Estadual daquele ano.

Anos depois, sob o comando de Cláudio Coutinho, Junior passou a jogar improvisado como lateral-esquerdo. E foi ali que ele se firmou no time que ganharia quase tudo o que disputou entre 1978 e meados dos anos 80. Pelo Flamengo ganhou seis vezes a Taça Guanabara, seis vezes o Campeonato Carioca, quatro Brasileiros, a Taça Libertadores da América de 1981 e, glória suprema, o Mundial do mesmo ano. Venceu também a Copa do Brasil de 1990.

Pela Seleção Brasileira, fez 88 partidas e marcou 8 gols. Disputou as Olimpíadas de Montreal, em 1976, e as Copas do Mundo de 1982 e 1986. Na da Espanha, de 1982, formou com Zico, Sócrates, Falcão, Éder, Leandro e outros um dos melhores times brasileiros de todos os tempos.  Entrou para a Seleção da Copa e acabou indo jogar, dois anos depois, nos italianos Torino e Pescara, onde até hoje é é ídolo.

Apodentado do futebol profissional, foi o grande nome da Seleção Brasileira de Futebol de Areia, conquistando 6 títulos Mundiais e marcando 201 gols, entre 1993 e 2001. Junior teve duas experiências como treinador do Flamengo e ainda foi supervisor técnico do clube. Hoje é comentarista esportivo da Rede Globo.

Durante a Copa de 1982, Junior gravou um samba que fez muito sucesso e marcou a seleção que, brilhou mas não levou a taça. “Povo feliz”, mais conhecida como “Voa Canarinho“,  de Nonô e Memeco, era a cara daquela seleção brilhante.

A ligação do jogador com o samba não foi oportunista, Junior até hoje organiza uma roda  chamada “Samba da sopa”, na qual, além de se divertir e reunir a turma da música e do futebol, ajuda instituições beneficente. Craque da bola e da vida.

Junior prestou depoimento ao MIS-RJ em 2 de maio de 2001.

PARCEIROS


 

Sede Administrativa
Rua Visconde de Maranguape, 15
Largo da Lapa, CEP 20021-390
Rio de Janeiro/ RJ

Sede Praça XV
Praça Luiz Souza Dantas, 01
Praça XV, Rio de Janeiro/ RJ
Rio de Janeiro/ RJ, Brasil

Tel +55 21 2332-9509/ 2332-9507 (Lapa)
Tel +55 21 2332-9068 (Praça XV)
Email: ola@mis.rj.gov.br

©

2018 MIS–RJ
Termos de uso/ FAQ
design ps.2